Shop

O Filicídio na Teoria Psicanalítica e seus (des)enlaces na Cultura Brasileira – Samanta Antoniazzi e Amadeu De Oliveira Weinmann

R$80,00

Neste livro, interroga-se o hino nacional brasileiro: “nem teme, quem te adora, a própria morte”. De quem a nossa pátria, dita mãe gentil, demanda a morte? Em uma nação fortemente marcada pela cisão entre casa grande e senzala, é dos filhos da senzala que se espera o extermínio, no que se denomina, atualmente, genocídio da população jovem de periferia – negra, em sua vasta maioria. Para que fosse operada a análise desse processo, lança-se mão do conceito filicídio, na medida em que esse conceito remete à ideia de filiação simbólica. Por que a nação brasileira encaminha para a morte uma parcela dos que se filiam ao significante Brasil, precisamente aquela parcela que, com a denominada “abolição” da escravidão, não foi alvo de ações reparatórias, mas lançada ao desamparo, na periferia das grandes cidades? Nesse sentido, procura-se delinear o estado da arte do conceito filicídio e, ato contínuo, elaborar sua sustentação metapsicológica, em suas relações com Totem e tabu e Sobre o narcisismo: uma introdução e em sua íntima conexão com o conceito pulsão de morte. Nos parece fundamental trabalhar este conceito, mais ainda, no cenário brasileiro atual.

Categoria:

Descrição

Neste livro, interroga-se o hino nacional brasileiro: “nem teme, quem te adora, a própria morte”. De quem a nossa pátria, dita mãe gentil, demanda a morte? Em uma nação fortemente marcada pela cisão entre casa grande e senzala, é dos filhos da senzala que se espera o extermínio, no que se denomina, atualmente, genocídio da população jovem de periferia – negra, em sua vasta maioria. Para que fosse operada a análise desse processo, lança-se mão do conceito filicídio, na medida em que esse conceito remete à ideia de filiação simbólica. Por que a nação brasileira encaminha para a morte uma parcela dos que se filiam ao significante Brasil, precisamente aquela parcela que, com a denominada “abolição” da escravidão, não foi alvo de ações reparatórias, mas lançada ao desamparo, na periferia das grandes cidades? Nesse sentido, procura-se delinear o estado da arte do conceito filicídio e, ato contínuo, elaborar sua sustentação metapsicológica, em suas relações com Totem e tabu e Sobre o narcisismo: uma introdução e em sua íntima conexão com o conceito pulsão de morte. Nos parece fundamental trabalhar este conceito, mais ainda, no cenário brasileiro atual.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Filicídio na Teoria Psicanalítica e seus (des)enlaces na Cultura Brasileira – Samanta Antoniazzi e Amadeu De Oliveira Weinmann”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Mostardeiro 157 (51) 3346-5795 criacaohumana@hotmail.com
Sempre uma ideia nova,
para colocar na roda e discutir.